PAISAGEM

ORAÇÃO DO DIVINO ESPÍRITO SANTO

OH! JESUS MEU ETERNO PAI DO CÉU, DOCE CORAÇÃO DE JESUS, SOIS O ME REFÚGIO, MEU GUIA, MINHA LUZ QUE ILUMINA TODO MEU CAMINHO, ME PROTEJA, ME AJUDE, ME DÊ ÂNIMO, CORAGEM E MUITA CONFIANÇA. FIQUE SEMPRE COMIGO. DAI-ME UMA PAZ QUE BROTA DO MEU CORAÇÃO. DAI-ME A GRAÇA DE CONSEGUIR FAZER ALGO PARA VOS AGRADAR. DAI-ME FORÇA, A DECISÃO E CORAGEM. ENVIE TEU ESPÍRITO SANTO E TUDO SERÁ CRIADO. NÃO DEIXE TARDAR EM VOS AGRADECER. ILUMINE MINHA MENTE QUE DEVO FAZER. AJUDE QUE EU NÃO ME ESQUEÇA DE VOS AGRADECER. JESUS FIQUE SEMPRE COMIGO. DOCE CORAÇÃO DE MARIA, RAINHA DO CÉU E DA TERRA. SEJA NOSSA SALVAÇÃO. AMÉM

Observação: Esta oração foi escrita por minha mãe em seus últimos dias de vida /1993. Saudades!

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Romantismo – síntese




Poesia
geração: literatura e nacionalidade.
A poesia indianista da primeira geração:
  • Gonçalves de Magalhães, introdutor do Romantismo com Suspiros Poéticos e Saudades.
  • Gonçalves Dias: os índios, a pátria e o amor.
 geração: idealização, paixão e morte, uma poesia arrebatada.
  • Casimiro de Abreu: versos doces e meigos.
  • Álvares de Azevedo: ironia, amor e morte.
  • Fagundes Varela: uma poesia de transição.
3ª Terceira geração: a poesia social.

Prosa

1 - Condoreirismo: a poesia clama por liberdade.
  • Castro Alves, um poeta de causas: uma, social e moral, a da abolição da escravatura; outra, a república, aspiração política dos liberais mais exaltados.
  • Sousândrade: a identidade americana.

2 - Romance urbano: retrato da vida na corte.
  • O amor segundo Joaquim Manuel de Macedo.
  • José de Alencar: um crítico dos costumes.
  • Manuel Antônio de Almeida: a estética da malandragem.

3 - Romance indianista.
  • A prosa indianista de José de Alencar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá pessoal!
Agradeço seu comentário.
Volte sempre! Geisa