PAISAGEM

ORAÇÃO DO DIVINO ESPÍRITO SANTO

OH! JESUS MEU ETERNO PAI DO CÉU, DOCE CORAÇÃO DE JESUS, SOIS O ME REFÚGIO, MEU GUIA, MINHA LUZ QUE ILUMINA TODO MEU CAMINHO, ME PROTEJA, ME AJUDE, ME DÊ ÂNIMO, CORAGEM E MUITA CONFIANÇA. FIQUE SEMPRE COMIGO. DAI-ME UMA PAZ QUE BROTA DO MEU CORAÇÃO. DAI-ME A GRAÇA DE CONSEGUIR FAZER ALGO PARA VOS AGRADAR. DAI-ME FORÇA, A DECISÃO E CORAGEM. ENVIE TEU ESPÍRITO SANTO E TUDO SERÁ CRIADO. NÃO DEIXE TARDAR EM VOS AGRADECER. ILUMINE MINHA MENTE QUE DEVO FAZER. AJUDE QUE EU NÃO ME ESQUEÇA DE VOS AGRADECER. JESUS FIQUE SEMPRE COMIGO. DOCE CORAÇÃO DE MARIA, RAINHA DO CÉU E DA TERRA. SEJA NOSSA SALVAÇÃO. AMÉM

Observação: Esta oração foi escrita por minha mãe em seus últimos dias de vida /1993. Saudades!

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Como fazer uma resenha


RESENHA DE FILME
Dados completos de uma aventura ou filme, composta de: Sinopse, História, Ambientação, Personagens, Curiosidades, Ficha Técnica e Depoimento.
a) Sinopse - Um máximo de cinco linhas que revela o que estará contido no roteiro da aventura (considerando tamanho 12 em fonte arial). São poucas linhas que devem dar uma ideia geral de toda a história.
b) História - Geralmente esta é a parte maior da resenha, pois embora escrita de forma resumida, pode chegar a 25 ou 50 linhas (ou até mais se a aventura se desenrolar por três, quatro ou mais revistas). É desejável que a resenha não conte o final da história, instigando a curiosidade em quem já leu a aventura para ler novamente e, em quem não leu, para tentar encontrar a revista resenhada. 
c) Ambientação - Parte geralmente muito pequena, que fica em torno de 5 a 10 linhas, pois é uma breve descrição dos locais onde se passam as ações da aventura: o País, o Estado, as cidades, os vilarejos, acidentes geográficos, saloons, estábulo, delegacia, desertos, etc.
d) Personagens - Todos os principais que participam da história.
e) Curiosidades - A critério de cada colaborador: podem ser coisas curiosas da história, dos personagens, incongruências no argumento, falhas na arte, etc. Quanto a tamanho, pode ser do tamanho que o colaborador julgar necessário, mas recomendamos nunca ultrapassar o tamanho do texto escrito na parte HISTÓRIA.
f) Ficha Técnica - Nome do livro ou filme, data de estreia ou preço de capa, Editora, nº de páginas, autor do livro ou roteiro, diretor,  argumento, etc.
g) Depoimento - Sua opinião pessoal sobre a aventura resenhada: história, arte, personagens, filme como um todo ou livro, etc.

RESENHA DE LIVRO
O objeto resenhado poder ser um acontecimento qualquer da realidade ou texto e obras culturais. Mas, com efeito, a importância do que se vai relatar numa resenha depende da finalidade a que ela se presta.

A resenha pode ser de dois tipos:
a)     descritiva: sem nenhum julgamento ou apreciação do resenhador;
b)     crítica: pontuada de apreciações, notas e correlações estabelecidas pelo juízo crítico de quem a elaborou.

A resenha descritiva consta:
a) uma parte descritiva em que se dão as informações sobre o texto
1 – Nome do autor (ou dos autores);
2 – Título completo e exato da obra (ou do artigo);
3 – Nome da editora (ou coleção de que faz parte a obra);
4 – Lugar e data da publicação;
5 – Número do volume de páginas

Pode-se, nessa parte desse tipo de resenha, fazer uma descrição sumária da estrutura da obra (divisão de capítulos, assunto dos capítulos, índice, etc.). No caso de uma obra estrangeira, é útil informar também a língua da versão original e o nome do tradutor.
b) uma parte com o resumo do conteúdo da obra
1 – indicação sucinta do assunto global da obra
2 – resumo que apresenta os pontos essenciais do texto e seu plano geral.

Na resenha crítica, além dos elementos já mencionados, entra também comentários e julgamentos do resenhador, sobre as idéias do autor, o valor da obra, etc,

 Fonte: Site TEXBR, José Luiz Fion (Dr. em Letras – USP) e Francisco Platão Savioli (Dr. Em Comunicação ECA-USP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá pessoal!
Agradeço seu comentário.
Volte sempre! Geisa